quinta-feira, 31 de outubro de 2013

O PEIXINHO DOIRADO .


QUEM DIRIA ...


POBRE CÈGUINHO .


FASCISMO SANITÁRIO .


ALVOR .


O PAULINHO CASCAVEL .


MONTANHAS RASGADAS 9 .


ESPIRAL .


DUNAS COM NUVENS .


quarta-feira, 30 de outubro de 2013

O ELOGIO DA SOLIDÃO (3ª Parte) .

Ai, o silêncio ...

As discussões .
As conversas a perder do tempo ,
trocando argumentos pouco substanciais.horas e 
horas a fio, o falar por falar, o desejo atávico 
de ter razão, e ser esse o único e maior objectivo
da conversata .
.
A idiotice da multiplicação dos noticiários, quase 
todos iguais, em todas as rádios e televisões, repetidos 
vezes sem fim, a todas as horas do dia ,
martelando e ferindo os ouvidos das pessoas,  conduzindo
á zona de vómito dos habitantes .
Um autêntico massacre, ligar os aparelhos,
e ver, vezes sem conta, os mesmos rostos, e ouvir as
mesmas vozes, a dizer os mesmos disparates .

Para quebrar o silêncio,
vislumbro o piar angustiado dos pássaros,
e o berrar azougado da bicharada que nos cerca .
O chôro das criançase os gemidos de dor dos doentes.

Juntar os amigos e com eles assumir, em silêncio, ou por
palavras, a partilha dos nossos afectos, das nossas alegrias
e dos nossos problemas.
.
Então sim, 
estaremos mais próximos da Natureza,
e de nós próximos .
.

TRÊS GERAÇÕES DE TORTURA .


O SPUTNIK, 1957 .


MILTON NASCIMENTO .


NUVENS 28 .


O INIMIGO PÚBLICO .


NUVENS 27 .


terça-feira, 29 de outubro de 2013

ESPIÃO QUE ESPIA ESPIÃO ...

....mas que grande espantação ...

Ainda se os amaricanos  fossem inimigos dos bons europeus,
a coisa passava .
Mas aos nossos amigos e aliados, não se faz .
Lágrimas de crocodilo, é o que é ...
Até eu sabia  o que se estava a passar, e vêm agora os governantes
desta triste Europa, em cuecas, com a Angelita da guarda à cabeça,
fazer queixinhas ...
Que vergonha ...
.

LUA DE MEL, LUA DE FEL .


PEQUIM, Out. 2013 .


O ÊXODO RUMO À EUROPA .


UM ABATANADO ABICHANADO, SFF .


MONTANHAS RASGADAS 8 .


A TARTARUGA COM CORNOS .


O FANTASMA DA ASSEMBLEIA .


MONTANHAS RASGADAS 7 .


MONTANHAS RASGADAS 6 .


domingo, 27 de outubro de 2013

UMA SOPINHA DE LETRAS .


MONTANHAS RASGADAS 4 .


ALGARAVIADA 21 .


JÓIA DE ESTIMAÇÃO 9 .


DESENHO DE HELGA WEISSOVÁ, SOBREVIVENTE DE AUSCHEWITZ, TEREZIN E MAUTHAUSEN .


NUVENS 26 .


NUVENS 25


NUVENS 24 .


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

MARTHA BARROS,Desenho .


ALMADA .


MOÇAMBIQUE, Out. 2013 .


AS PÊGAS .

QUEM SE METE COM BARREGÃS

ACABA SEMPRE DEFENESTRADO .


Dito popular .

.
.

O ELOGIO DA SOLIDÃO (2ª PARTE) .

Como é bom acordar sem pôr o despertador,
levantar a qualquer hora, com qualquer tempo,
chova muito ou faça sol,
mesmo que às vezes a disposição nem sempre seja a melhor .
Sentir que estamos vivos .e com vontade de saltar da cama
e começar a trabalhar, sôfrego de tempo, como se o mundo
fosse acabar .
Nunca me senti tão activo, apesar da idade .
Quem corre por gosto, não cansa .
O trabalho ràpidamente se transforma em hobby, em prazer .

.

Desconhecia até agora ,as boaventuras do exercício da solidão .
Contavam-me coisas horríveis , diziam-me que a vida acabava
mais depressa, que a depressão espreitava a qualquer esquina
da vida ..
Contudo, a minha qualidade de vida veio a melhorar,
facto a que não deve ser alheia a disposição de conseguir uma
actividade útil, gostosa e com alguma dimensão de gratidão, me-
mória e sentido de serviço público .
Foi muito difícil gerir tudo isto, sobretudo numa altura em que 
parti quase do zero, em termos de auto estima e de apêgo à
vida e aos meus semelhantes .

.

Para além do ser ou não ser,
das palavras ôcas,
o que importa é isto,
penso nos outros,
logo existo .
o que importa é isto .

.

NUVENS 23 .


O BEICINHO .


MAGUSTO EM TELHEIRAS, 9 Nov. 2013 .


AMADEO .