domingo, 31 de outubro de 2010

O ENTERRO POLÍTICO de SÓCRATES .

Nunca consegui entender a redução doentia de um partido ou de
qualquer outra organização à figura do chefe.
Qualquer que ele seja; quem quer que seja.
Claro que percebo as razões porque é assim.
Percebo até que tem que ser assim.
Mas tal facto pode arrastar graves inconvenientes.
Um partido deve funcionar como uma equipa, como um ser vivo, não
deve ser como um Totem.

O caso aida se agudiza mais, quando o chefe é José Sócrates.
Reuniu-se com meia dúzia de comparsas(socialistas???), despre-
zou os notáveis e os camaradas do PS, começou à espadeirada com
a maioria das corporações, detentoras de enormes previlégios, fal-
hando na consumação das reformas indispensáveis ao País, atirou-se
desbragadamente ao óegãos de comunicação social, grangeando-lhe um
enorme ódio de estimação.
Isolou-se cada vez mais , sem quarquer resguardo político e social.

Com um cenário tão desastroso, tinha começcado a caça.
Socrates foi alvo da chacota de todos, dentro e fora do PS, de pes-
soas bem intencionanas, bem com da canalha direitista e oportunista
da firma PPD/PSD.
O mais insólito de tudo é serem os seus maiores detractores que ago-
ra tentam segurar Sócrates, grelhando-o em lume brando.

Os dados estão lançados há muito tempo.
Sócrates é um cadáver adiado.
O que me dói é que a queda do ainda 1º Ministro irá arrastar, na sua
queda, todo o PARTIDO SOCIALISTA.
.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

A RECAN-DIDATURA .

"Nunca erro e rara mente me engano ".

O Sr. Silva era considerado como uma pessoa que sabia fazer
contas, desde que houvesse muito dinheiro.
Quando os seus amigos da política começaram a juntar pipas
de massa, o Sr. Silva lá foi avisando que era preciso saber dis-
tinguir a boa da má moeda.
Nunca se chegou a saber para quem era o recado, mas ele
sabia muito bem onde parava a moeda boa .
Estava do lado de Jardim Gonçalves, Paulo Teixeira Pinto,
Oliveira e Costa, Miguel Cadilhe, João Salgueiro, Dias Lourei-
ro.
Ora aí é que está!
O Sr. Silva sabia, e por isso soube aproveitar a situação que
se lhe proporcionava, e tratou de acautelar os seus interesses
e os da sua tribo.

Quanto à política, disse nada.
Às broncas do Estatuto dos Açôres, às escutas e às inven-
tonas, às vergonhosas colagens a Manuela Ferreira Leite, e
a Paulo Rangel, às armadilhas a Sócrates e ao PS, aos silêncios
do desbocado Jardim da Madeira, à conivência criminosa de
banqueiros e gestores oportunistas, seus amigos e correligio-
nários, o Sr. Silva disse nada, ou seja, tudo.

Como pode um homem destes, um economista distinto, com
nome na praça, e que se acha o garante da consciência moral
do País,
nunca ter vindo a público, tomar uma posição clara, firme, sem
ambiguidades, com vista a transmitir uma palavra encoraja-
dora aos portugueses, vítimas das imensas mentiras e trafulhi-
ces, não do senhor Sousa, mas sim dos grandes amigalhaços do
senhor Silva?.

Com que lata vem agora Cavaco Silva, cantar e
pavonear-se no mais alto poleiro do Estado
Português?.
.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Auto-Retrato 31 .

.

SOFRIMENTO .


.

CAVALEIRO .


.

Árvore da VIDA .


Veja as Diferenças .


.

Rostos ausentes .


.

GREVE GERAL .


Aurora Boreal 2 .


.

Aurora Boreal 1 .


.

domingo, 24 de outubro de 2010

LUTA de GALOS.

O galo velho está farto de levar unhadas e bicadas.
Anda todo esgadanhadoItálico, mas ainda se vai aguentando nas canetas.
Sedutor, atrevido, manda-se de cabeça a qualquer franga ou galinha.
Durante algum tempo, foi dono e senhor do galinheiro.
O galo novo, vai aguardando com impaciência a sua vez de reinar e
tomar conta do poleiro.
Treina freneticamente com frangas e até com galinhas já meio depe-
nadas; Alicia mesmo pitas de tenra idade.
Bica aqui, depenica acolá.
Vai a todas. Atira-se ao acaso, comete imprudências de toda a espécie.
Vai empinando a crista, como quem diz:
"Olha que a minha é maior que a tua".
Vai começar o combate.
Aceitam-se apostas.
.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

O PATRIOTISMO .

O ÂNGELO da GUARDA (Republicana, Laica e Social-Democrata),
o homem dos 43 lugares, tantos como um autocarro de 2 andares,
(como o Henrique Tenreiro, que saudades...),
O PADRINHO da Máfia cavaquista, e grande vencedor da Intento-
na das pionaises, na Avenida da Liberdade,
vai aconselhar o afilhado a abster-se na votação do Orçamento de
Estado.

Isto é que é PATRIOTISMO .
.

ÓLEO de FÍGADO de BACALHAU .


.

IMPREVIDÊNCIA atrevida, PENITÊNCIA acrescida .


.

PANORAMAS 7 .


.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Estou a ajudar a ECONOMIA NACIONAL .

Tenho que andar bastante a pé.
Antigamente ajudava a passar o tempo, olhando as árvores,
os pássaros, as pessoas, os animais, e assim o tempo corria
mais depressa.
O meu objectivo central era manter o meu estado físico, e
se possível, melhorá-lo.
Então andei uns tempos a matutar:
Enquanto andava, por que não ajudar a economia nacional?
Arranjei então um actividade rentável para toda a gente:
apanhar molas da roupa, enquanto passeio.
A minha distracção melhorou grandemente;
é como se andasse à caça.
Todos os dias hà molas perdidas, por distracção ou por falta
de concentração no trabalho.
Estou pensar montar uma micro empresa de recolha e res-
tauração de molas.
Quem as perde, tem que repô-las, com vista a manter o
nível de asseio do pagode.
Deste modo posso vir a ganhar alguns cobres
e ajudar a economia portuguesa.
Temos tecnologia;
temos mã0 de obra.
PORQUE NÃO?
Posso até convencer a malta a segurar pior a roupa;
ou distraír quem está a a estendê-la.
Vamos a isto.
O País espera por nós.
.

PULIDO VALENTE no seu MELHOR .

.

PANORAMAS 6 .

.

sábado, 16 de outubro de 2010

Postal de Espanha 2 - TOLEDO.

Toledo e um espanto.
Uma maravilha.
De Historia, de Arte, de CivilizaÇao.
Como foi possivel a convivencia, as vezes na mesma epoca?.
Romanos, Bizantinos, MoÇarabes, Cristaos, Judeus, Arabes,
vivendo lado a lado, partilhando culturas, religioes?
Claro que houve eccepcoes nesse convivio:
Aquando da Reconquista crista;
Quando os Reis catolicos expulsaram os judeus da Espanha;
Ou quando fascistas e republicanos se massacraram recipro-
camente na batalha do Alcazar de Toledo.
No entanto a cidade guarda o legado de todos os povos envol-
vidos, e dai resulta um dos mais maravilhosos exemplos do
Patrimonio Mundial.
.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

POSTAL de ESPANHA.

Percorri uma grande parte da Peninsula Iberica de autocarro,
desde Lisboa, ate Toledo, via Merida.
Confesso que ja nao tenho ganas para este tipo de aventuras,
mas o prazer de visitar a capital da Hispania Romana, compe-
sou o sacrificio.
Que maravilha.
Os Imperios morrem, mas deixam marcas indeleveis
d0 seu faustoso passado.
E a parte mais interessante da Historia.
.