quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

O NATAL E O FIM DE ANO .

Continuo a passar os dias e as noites a maravilhar-me
com as comemorações natalícias de milhões de refugia-
dos, migrantes, em trânsito pelo inverno europeu, e mui-
tos outros encerrados em campos de concentração espa-
lhados pelos países da UE .

Comove-me o desvelo proporcionado às crianças e aos
idosos, aos que sobreviveram à travessia do Saara e dos
Balcãs, e à perigosa navegação através do Mar Adriá-
tico .

Tocam os sinos e soam os hinos de louvor, para confor-
tar os nossos irmãos de cores variegadas, que se dispõem 
a ajudar os pobres europeus, a ultrapassar os complica-
dos problemas com que o Velho Continente se debate .

Natal será sempre que 
os homens quiserem ...
.

O ESPÓLIO .

Desde criança que me fui transformando num caçador
recolector coleccionados compulsivo .
Por necessidade, por educação e por paixão .
Tudo servia para inventar uma pequena colecção :
cromos, selos, berlindes, santinhos, bonecos recortados
de revistas, gravuras, papéis de embrulho, tudo .

Como mudava de casa muitas vezes, acabava por ir per-
dendo as coisas, um pouco por todo o lado .

Quando assentei, comecei então a coleccionar , em espe-
cial papel, todo o papel, escrito à mão, impresso, recor-
tado, papel usado nos mais diversos processos de utiliza-
ões, de todas as cores e estruturas, mais fino, mais gros-
seiro .

Quando me reformei, tinha divisões de casa a atulhar os
espaços, provocando por vezes, altercações com os meus 
familiares .

Cheguei ao completo disparate .

Hoje em dia, vivo no receio fundado de, ter atingido os li-
mites de perigo, quer de segurança física, quer de perigo
de ignição .

Soaram na minha cabeça, as campaínhas que me alertam
para tais perigos, mas sobretudo para a minha falta de
bom senso .
Já não consigo ler nada, nem ver, nem saborear os bonecos
que fui amealhando .

Por outro lado, já tenho idade para ter juízo - 
Quando abalar, a minha gente vai-se ver aflita para de de-
sembaraçarde tanto lixo .

Estou pois a estudar a maneira de me desfazer gradual e 
racionalmente de tanta papelada .
.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

A AUDITORIA .

Veio agora o ilustre economista Osório Horta e Costa,
outro Costa, falar na necessidade de uma auditoria in-
ternacional independente .

A quê ?.

A quem?.

Por quem ?.

Por que organismos ?.

BCE, UE, FMI ?.

Outros bancos?.

Entidades privadas ?.

Bancos ao serviço de organizações ?

Organizações ao serviço de bancos ?. 

Ao zé dos anzóis ?.

Com que objectivo ?.

Deixa-me rir, que tenho cieiro nos lábios ...

Para além das patifarias denunciadas pela Mariana
Mortágua e outros, para que serviu a Comichão da AR ?.


Foi como um penso rápido, 
para curar uma gangrena ...

E AS RATAZANAS ?.
.



A RATARIA .

Os ratos começaram a sair dos esgotos .

Uns estão a caminho do chorudos tachos
em Bruxelas e arredores .

Outros encaminham-se para as adminis
trações dos bancos e grandes empresas 
correlacionadas,

cada um com o seu chouriço no focinho .

É agora a vez das grandes ratazanas 
abandonarem a estrumeira .
.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

O NATAL .

O Natal é o período do ano que me é mais penoso
passar . De bom, só me acompanha a saudade dos
dos meus entes mais queridos, que já partiram nes-
ta quadra tão sombria .

Tudo o resto nada me interessa  .
Tudo o resto é o vazio dos dias .

Que me importa a política, qual o interesse do fute-
bol, de que me servem as prendas e os doces, o fogo
de artifício, as badaladas do fim do fim do ano e da
chegada do novo ano .

Nada me faz vibrar .

Sou uma árvore carcomida, meia podre, sem ramos
nem folhagem, batida pelo vento e pela chuva, à espe-
ra de ser derrubada, sem dó, nem piedade .

Vivo o inverno da vida,
talvez que a primavera ainda me deixe sobreviver um
pouco mais .

Quem sabe .
.


sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

O PLANO .

Tenho andado a matutar num plano,

que consiste na tentativa de desaparecer, mas sem
desaparecer,

ou seja, continuar vivo e bem vivo, 

mas apagar a minha pegada oficial ,

rasgar todos os cartões de identidade, de carácter in-
formativo, todos os dados respeitantes às finanças, à 
segurança social, cartões de sócio de todas as organi-
zações em que estou inserido, licença do carro, livrete, 
tudo o que que envolva pagamento de impostos, cotas,
condomínio, sindicatos, ordem, 

e transformar-me num homem 
invisível .

Não ouvir rádio, não ver televisão, não ir ao cinema,
não ver ninguém, não conversar com as pessoas, não 
ligar a internet, não receber mails, nem mensagens, 
nem telefonemas, nem correio, nem nada .

Preciso de um lavagem ao cérebro
por dentro e por fora, despoluir o meu espírito, lavar 
a minha alma, fa-zer um retiro, isolar-me de tudo e de 
todos, e regressar um homem novo, capaz de resistir âs 
agressões espirituais e materiais, começar uma vida 
nova e diferente, respirar ar puro, encher os pulmõs, 
esvaziar a cabeça, da sujidade que me cerca e também 
a que vai dentro de mim .

Será que vou conseguir ...
.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

PORTA AVIÕES AO FUNDO .

E agora ?!...

Será que finalmente chegámos
ao fundo do abismo ?.

Já não escrevo nada ...
.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

O CAMINHO DAS PEDRAS .

O caminho é extraordinariamente sinuoso, cheio de
pedregulhos, alguns escondidos no meio das ervas .

Tem zonas muito íngremes e enormes curvas .
Há que passar em fila indiana, por vezes agachados,
outras ensaiando duros golpes de rins .

Nunca se deve fixar o olhar no abismo, avançar um 
a, um, pois podem estatelar-se todos no fundo do ba-
rranco 

É proibido empurrar minimamente, seja quem fôr,
e barrar o caminho indevidamente .

O pior, é dar um passo em 
falso .

Há que manter a total coesão e reconhecer perfeita-
mente, a cada passada, o inimigo principal, mesmo
que, por vezes, tenha que engolir-se um sapo aqui, 
um sapo ali ...

Deste modo, talvez que consigamos atravessar o ca-
minho das pedras .
.

TERRORISMO DE ESTADO .

Os portugueses já foram 
roubados, através do saque 
de 13 mil milhões de euros,
entregues à Banca nacional, 
desde 2007, 

o que equivale a 13% 
do PIB nacional, 
ou seja, em média, 
1300 euros a cada português . 
.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

BANQUEIROS ASSASSINOS .

Ai aguentamos, 
aguentamos ...

Será que temos que levar uma vida inteira 
a aguentar esta bandalheira da banca nacional,
que limpou os bancos quase na sua totalidade, 
sangrando tudo e todos, até ao tutano, sem po-
dermos reagir a esta ladroagem sem travão ?.

Que Democracia é esta, que só dá para gamar, 
espoliar, destruir, anos e anos, uns atrás do ou-
tros, sem que ninguém pare esta gatunagem 
desenfreada,  que é da responsabilidade do Es-
tado Português, por interposição das mais altas
personalidades nacionais, escondidas e escudadas
por um imenso bando de gansgeres asquerosos .

Tão ladrão é o que vai à 
vinha, como o que vai ao 
portão ...

Medram as vinhas da ira, 
sente-se o cheiro a sangue,
falta só uma chispa para incendiar o celeiro ...

Ou não será também isto ,
uma questão de terrorismo ?..
.


LA FAENA .

Entonces, rajoy.
tu faena pasa o no ?
Vê lá se levas um cornada ...
Por supoesto ...
.

domingo, 20 de dezembro de 2015

ESPANHA .

Espanha Madrid Guerra Civil Barcelona

PP PSOE CIUDADANOS PODEMOS 

Franco Irun Brigadas Internacionais Ca-

talunha Picasso Guernica Miró Velasquez

Granada Sevilha Comunismo  Anarquismo

Escurial Toledo Árabes Judeus Cristãos

Ebro Andaluzia Castela D, Quixote Sancho

Pança Carmen Zamora Frente Popular Fas-

cismo Hitler Mussolini Hemingway Gorca

António Machado Guadalquivir Zarzuela

Rodrigo Capricho Espanhol Salamanca  Al-

fonso XIII Ceuta Vale dos Caídos Aranjuez 

Alcazar Alhambra Gijon Marrocos Ávila Fa-

lange Viriatos  Que viva la Muerte Azana  Le-

gião Condor Burgos Felipe IV Carlos V Man-

cha Baleares Valência Múrcia Alicante Casta-

nholas El Prado Raínha Cristina Manolete

Pi de la Sera Pablo Iglésias Real Madrid Di

Stefano Mourinho Figo Messi Ronaldo .
.

AMOR -6 .

Amor

é ajudar a lamber

as feridas a alguém .
.

sábado, 19 de dezembro de 2015

O ECONOMÊS .

Tentei acompanhar os 6 da SIC intervenientes do progama
da SIC, O Expresso da Meia Noite .
Trata-se  de pessoas simpáticas, bem falantes, que se expli-
cam com desenvoltura, que são bem educados e tolerantes
uns com os ouros.

A sua prosa, a sua dicção, a sua maneira de pensar, pare-
ce-me séria e bem fundamentada .

Infelizmente não consegui entender nada do conteúdo do
programa .
É certamente um economês de alto coturno, que fica bem
em qualquer conversa de gente instruída,
mas nada deve acrescentar ao pensamento da maioria dos
portugueses correntes .
.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

O VERME FALANTE .

Quem é que consegue reduzir a nada 
este verme execrável, tão nojento e 
desprezível, que conseguiu ser colo-
cado ao cargo de Vice Primeiro Minis-
tro, do governo da direita ?.

E aí se passeou tanto tempo, disfarçado 
de homem de Estado .

É bem triste um país em que bicharocos 
destes proliferam, brincando aos polícias
e aos ladrões, em jornais de putos, rou-
bando fotocópias à custa do erário públi-
co, e tentando ofender quem tem idade 
para ser seu neto, e lhe lavar os cueiros . 

Gostei da atitude de António Costa, que
inopinadamente, mas com toda a firmeza,
puxou as orelhas a Paulo Portas, em ple-
na sessão no Parlamento .
.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

O QUE FAZ CORRER SÓCRATES ?.

O ex-Primeiro Ministro continua a desencadear uma
fúria de ódios e de paixões, quase um ano depois da 
sua prisão na cadeia de Évora . 

A TVI tirou agora assinatura para tratar do caso Só-
crates, ocupando horas e horas, mastigando entrevis-
ta, debates, comentários, transcrições, discussões, du-
rante dias a fio .

Porquê?.

Porquê este desvario, agora ?.

Uma vez afastado o CM e os seus apêndices correlati-
vos, chegou a vez de outros virem mamar na mesma
teta, tornando a TVI campeã de caixas e audiências .

O que faz correr a TVI ?.

- Interesse jornalístico ??.

- Corrida às audiências ?.

- Novos factos no processo ?.

- Aproximação do fim do processo ?.

- Desvio das atenções sobre a actual 
  governação ?.
.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

OS GOVERNOS DE COLIGAÇÃO .

E a seguir vem a Espanha ...

Destruído o bi partidarismo,
2 novas forças partidárias vieram acrescentrar-se
ao espectro político espanhol,

Ciudadanos 
e o Podemos,

cada uma delas, mais afastada do centro do espaço
central do hemisfério.

Temos agora, não dois partidos importantes, mas 
quatro, que irão disputar os lugares do Parlamento
espanhol .

Não irá haver nenhum deles, que possa assegurar
uma maioria absoluta, mas terá que recorrer-se ao 
livre jogo das coligações, 
quebrando-se, deste modo, a supremacia dos partidos
tradionais .

Não existem, de momento, nem coligações, nem quais-
quer acordos prévios, nem de incidência parlamentar .

Como vai agora a direita portuguesa, seguir os resul-
tados eleitorais em Espanha, nas eleições do próximo
domingo ?!?...
.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

CLIMA DE PARIS .

Para gáudio de todos os participantes, terminou a 
Conferência do Clima, em Paris .

O maior dos eventos realizados, foi a enorme der-
rota da  Frente Nacional, nas Eleições Regionais,
realizadas no mesmo espaço/tempo .

Homem de esquerda, desde muito cedo, faz-me 
muita confusão, como a Revolução Francesa, fa-
rol da civilização ocidental, se vem apagando tão 
lentamente .

Quanto ao Clima, instalou-se o Circo, durante duas
semanas, e agora , com muitas palmas, pompa e cir-
cunstância, regressam a casa todos orgulhosos .

Daqui a 5 anos há mais, pois os problemas apenas 
foram adiados para mais um quinquénio .

Depois, logo se vê ...

Entretanto, extrema direita vai galopando sem
parar, até chegar ao topo .

Quanto às emissões dos gases dos automóveis a 
gasóleo, das fábricas alemãs, tudo como dantes,
quartel geral em Abrantes .
.
.

domingo, 13 de dezembro de 2015

A LEGITIMIDADE .

A ladrada que a direita portuguesa exibiu durante 
mais de um mês, relativamente ás eleições em Por-
tugal, embora pareça agora mais reduzia,

vem chamar a atenção para a legitimidade, verifi-
cada no sistema eleitoral françês, que obteve a maio-
ria dos votos da extrema direita, na primeira volta
das eleições regionais,

e foi completamente pulverizada, quando se realizou
o sacrifício das forças então situadas em 2º e 3º lugar,
Partido Socialista e Partido Republicano, alternada-
mente .

Afinal, mais de 6 milhões de votos, agora expressos 
na 2ª volta,
não valem um corno .

É uma injustiça,

como diria Calimero ...
.

sábado, 12 de dezembro de 2015

O CAMA LEÃO DA ESTRELA .

Que tem o Marcelo, 
que os outros não têm ... 

Mais e uma década com centenas de horas
de propaganda, paga a peso de oiro ,
a debitar charlas e pseudo informações de 
interesse duvidoso .
Cultura de Borda d`Água e de donas de ca-
sa .

Passou por todos os canais de televisão, 
inventou todos os formatos de programa, 
tendo-se dedicado, ultimamente , ao modelo
respostas que quer ouvir 

Já disse mal de tudo de todos
e vice-versa ;
toca sempre o mesmo disco rachado, vezes 
sem conta .

É, pois, natural que recolha (?) 60% das inten-
ções de voto nas sondagens (?) .

Corre sózinho, em conta relógio, 
deita os foguetes e apanha as canas .

Quem vai conseguir travar  
esta imensa fraude ?...

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

O CAPUCHINHO VERMELHO .

Percorro os jornais com os olhos, e espanto-me a cada
página .
Ainda ninguém comeu nenhuma criancinha ao peque-
no almoço,
Ainda não descabeçaram nenhuma virgem, à porta da sa-
cristia .

As rezas, vigílias, terços e rosários, salvé raínhas, têm
dado bom resultado .

Nada de mal aconteceu .
Afinal, era tudo mentira .
Já ninguém aprecia carne tenrinha .

O mito o capuchinho vermelho morreu .
.



PROCURA .

Já me cansa esta lonjura
Já me cansa esta lonjura
Só se lembra os caminhos velhos
Que anda à noite à procura 

Procuro, mas não te encontro 

Procuro no silêncio da noite
No barulho da cidade
No meio do nevoeiro espesso
No brilho do sol que cega

Procuro sempre 
A todo o instante
Em todo o lado
Mas nunca te encontro 

Porque não me ouves
Porque não falas comigo
Porque não atendes as minhas dúvidas
As minhas preocupações
Os meus anseios
As minhas angústias 

Porque não discutes comigo
Não criticas as minhas criancices
Não me ensinas a crescer
Não me explicas o porquê das coisas

Que eu já não vejo claro
Na confusão desta vida sem farol
Deste sufoco que me vai na alma
Desta orfandade imensa e absoluta
.


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

NASCIMENTO E MORTE DE UM SONHO IMPOSSÍVEL .

Eu sou mais velho 
que a União Europeia .

Assisti à sua gestação, às dores o parto, ao seu crescimento .
A sua adolescência foi muito problemática, lenta e vigiada .
Não teve graves constrangimentos, até chegar à idade adulta .
Foi tendo filhos por todo o continente, uns queridos, outros 
enteados .

Apesar do isolamento voluntário do Reino Unido, da Implo-
são da Alemanha e consequente queda do Muro de Berlim,
da destruição da jugoslávia, da partilha de Chipre, e das 
das guerras de libertação da Irlanda e do País Basco e Cata-
lunha, e ainda os movimentos terroristas na Alemanha e na
Itália,
passada a puberdade,
eis a grande crise de crescimento da UE .

Com o grande e irresponsável alargamento a Leste, o logro da
gobalização e do espaço único, e com a crise financeiras dos
USA, que contagiou a totalidade do espaço europeu, 

para lá de uma enorme incapacidade de microcefalia e falên-
cia do modelo de desenvolvimento descontrolado e não demo-
crático, levaram ao aparecimento de um monstro sem cabeça,
que temos nos braços 

Já ninguém quer ser o pai da criança .

Têm que, mais uma vez, lavar-
lhe ou cueiros, dar-lhe de ma-
mar, e ensinar-lhe tudo do 
princípio .
.



terça-feira, 8 de dezembro de 2015

O INFERNO SÍRIO .

Provavelmente, nem os serviços dos diferentes 
beligerantes, conhecem o terreno e os alvos a atacar,
nem sequer as forças em presença .

É uma espécie de batalha naval, ou melhor, terrestre,
em que a realidade virá a ser conhecida, só após os
bombardeamentos .

Os sírios ricos gastam pipas de massa nas promessas 
dos traficantes que os dizem levar para a Alemanha,
Reino Unido ou Suécia .

Os sírios pobres, ficam amontoados em campos e re-
fugiados, às portas as fronteiras o Líbano, Jordânia e
Turquia, sem quaisquer condições de higiene e salubri-
dade, homens, mulheres e crianças .

É o inferno na terra, 
à maneira de Dante .
.

SALAZARENTARISMO .

O regime em que tudo o que não era obrigatório, 

era proibido,

e em que tudo o que não era proibido,

era obrigatório 
.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

CLIMA - 5 .

Como vêem,
os discursos são iguaizinhos aos de há 20
anos,
embora os personagens tenham sido reci-
clados .

Conversa da treta, mensagens politicamen-
te correctas, para enfeitar os passeios ao
Velho Continente, e abrilhantar umas boas
jantaradas, bem regadas com champanhe 
français .

Mário Garcia 
.

CLIMA - 4 .

" Estamos aqui para escrever o guião
  de um futuro melhor para o planeta,
  um novo futuro de esperança, segu-
  rança e dignidade para todos ".

Ban Ki Moon .
.

CLIMA - 3 .

" Enfrentar as alterações climáticas
  não deve negar as necessidades legítimas
  dos países em desenvolvimento e reduzir
  pobreza ".

Xi Jipiang

CLIMA - 2 .

" Graças aos nossos esforços colectivos,
   acredito que chegaremos a um novo 
   acordo que venha na continuação do
   Protocolo e Quioto ".

Vladimir Puttin
.

CLIMA - 1 .

" Isto é um ponto de viragem,
   este é o momento em que finalmente
   estamos determinados a salvar o pla-
   neta ".

Barack Obama
.

sábado, 5 de dezembro de 2015

A CHANTAGEM .

A mesma água nunca passa duas vezes 
por debaixo a mesma ponte .

Prever o futuro ?
Fazer previsões à pressa,
sem ter uma base sólida, em regra, nunca acertam .

Quem podia prever a cambalhota política que se verificou
nos últimos meses ?.
Muitos ainda não querem acreditar no que aconteceu .

Mesmo na esquerda, a decisão de Costa, não recolheu una-
nimidade .

A direita está pirada, assumindo uma posição de obstrução
ao actual governo .

A despesa orçamental, com o gasto desmesurado da almofa-
da financeira, cerca de 80%, só no mês de Novembro, é de
uma enorme gravidade,
assumindo mesmo um certo 
aroma de traição à Pátria .
.

L´ARROSEUR ARROSÉ ...

Um tipo entrou num cinema, escolheu o lugar,
e foi sentar-se ao lado e uma senhora toda res-
plandescente, capaz de fazer pecar um santo .

A meio da fita, o cavalheiro foi-se aventurando
cada vez mais, até que a certa altura, a manápula
agarrou-lhe o seio .

Foi quando a dama, ofendida, lhe eu uma grande 
estalada, que se ouviu em toda a sala .

O fulano, sem perder a postura, levantou-se rapi-
damente e ao sair,  foi ladrando :

Toma, que é para aprenderes,
e lá em casa, levas mais ...

Onde é que eu já vi esta cena ?...
.


sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

MOSTRENGO - 12 .

"Sempre quero ser se o governo do PS,
  está ao serviço do País,
  ou o Partido Comunista Português ?..."
.

O DÉFICE .

Será que o governo e direita,
gastou mais do que devia, no 
último ano,só para lixar o Go-
verno do PS ?.

Como diria o treinador Paulo Bento, talvez fosse,
mas com toda a naturalidade ...
.

MOSTRENGO - 11 .

E diz o Portas :

" Explicam-me isso do 25 de Abril,
  devagar, que eu não estou a perceber" .

Mas que grande cavalgadura ...
.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

CÃO QUE LADRA,NÃO MORDE .

Béu, béu, béu,
o cão tem fome .

É como o caso das tais pilhas :

E ladra,
e ladra,
e ladra .

Esta gente a direita, estava muito mal habituada .
Era tudo dado e arregaçado .
E insiste, sem parar, nos argumentos idiotas, in-
siste até à exaustão :

E ladra,
e ladra,
e ladra .

Ora, se tivesse havido o mais pequeno resquício
de ilegalidade, o PR não se atreveria a nomear An-
tónio Costa como PM .

Assim, a direita irá continuar a ladrar, mas só para
ouvir o eco .

Deixá-la ladrar, que ela calará-se -há. 

Cão que ladra, não morde ...
.

MOSTRENGO - 10 .

" A esquerda acabará por pagar este recreio que o Dr. Costa
inventou . Saíram das suas cavernas, respiraram fundo e con-
seguiram mesmo uma vaga impressão de poder, que de certe-
za os regalou muito ".

V. P. Valente, ao Expresso .

O inteligente .
O sábio .
O pateta .
.

MAU CLIMA EM PARIS .

Percorri o DN de hoje, 2 ou 3 vezes,
e nem uma linha sobre a Conferência do Clima,
a decorrer em Paris .

É estranho ...

Como pode um assunto desta magnitude não ser
abordado neste jornal de reconhecida referência ...

Acabaram as alterações climáticas ?.

Já não existem professores e jornalistas que se in-
teressem pelo planeta ?.

Há outras coisas mais importantes a tratar ?.

Faltou o papel ?.

Ou é apenas para aumentar o 
suspense ...
.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

KOTOR .

No antigo reino do Montenegro, na antiga Jugoslávia,
que tinha Kotor como capital, os seus navegadores tin-
ham que percorrer um longo, tortuoso e inexpugnável 
caminho, até chegar ao mar . 

Ao entrar no Adriático todos os viajantes atiravam uma
pedra ao mar, como saudação .

Ao longo dos séculos, o monte de pedras foi aumentando,
formando-se uma ilha,  que indicava o trajecto. 
Nesse local foi construída uma ermida que abençoava as 
viagens .

A capela transformou-se num sítio de peregrinação, sendo
uma das imensas ilhas que povoam as costas da Croácia e
Montenegro .

Recordo neste pequeno texto, o importante país, que foi a
Jugoslávia, e cuja destruição iniciou o declínio da União
Europeia, face á ganancia da Alemanha toda poderosa .

.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

A TERRA A ARDER EM FEBRE .

A Terra está-se perfeitamente nas tintas acerca do que
lhe vai acontecer nas próximas décadas, séculos ou mi-
lénios .

Aconteça o que acontecer, ela ficará eternamente de boa 
saúde ...

Já assistiu a tantas hecatombes, tantos cataclismos, tan-
tas mortandades, tanto desastre ecológico,
e ela continua impávida e serena, sem se ralar nada com
isso . 
Continua a girar na mesma, 
em torno do Sol .

Se a água sobe no mar, se os vulcões cospem fogo e vo-
mitam milhares e milhares de toneladas de gases (de es-
tufa ou bem estufados), se se partem os glaciares, se se 
empertigam as montanhas, desde o mar, até ao nível do 
Everest .

É muita presunção,
deitar as culpas para cima os hum-
anos ...

Estes, sim, irão continuar a ser intoxicados com as suas 
imensas contradições, e será por aí que o mundo habitado, 
tal como o conhecemos hoje, irá desaparecer 

UM MAU AMBIENTE .

O CIRCO CHEGOU À 
CIDADE .

Começou outra vez o circo do ambiente,
a GOP 21, na cidade de Paris .

Vêm todos com um ar sorridente mostrar os dentes
brilhantes e bem afiados, com falsas promessas, uma 
autêntica feira das vaidades .

Há cerca de 20 anos, também eu acompanhava este es-
pectáculo, que criava algum suspense, sempre frustrado,
sempre adiado .

Tentava  obrigar-se os pobres a pagar taxas fantasiosas,
em nome da saúde do nosso planeta, que os mais ricos
foram delapidando, a partir da 2ª. Revolução Industrial .

Os candidatos a um bom lugar no aerópago mundial,
foram imensos, de que foi um bom exemplo, a Sra. Mer
kel, Secretária de Estado do Ambiente, do governo Kohl .

Vários Ministros do Ambiente, de Portugal , também se
guindaram com êxito, no caminho de vários empreedi-
mentos importantes, no domínio da energia .

Palavras, palavras, palavras,
paroles, paroles, paroles,

depois de umas boas jantaradas, tudo assenta, como as
borras do café .
.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

O MALABARISTA COSTA .

Publica o El Pais deste fim de semana,
um interessante artigo sobre o novo 1º. Ministro
Português, onde se pode ler :

"António Costa passou de grand
derrotado nas eleições portuguesas, 
a Iº. Ministro, graças à habilidade 
em conseguir acordos impossíveis ."

Acompanha o citado artigo, uma excelente carica-
tura do visado .

Conhecia-se a grande habilidade de Costa para con-
seguir agregar pessoas e grupos, por vezes situados
em quadrantes diversos, e até divergentes do habitu-
al, como aconteceu várias vezes na gestão da CM de 
LISBOA .

Fica agora conhecer-se o seu mérito em mexer os cor-
delinhos da política pura e dura, sem grande ruído,
mas com enorme eficiência .

domingo, 29 de novembro de 2015

MOSTRENGO - 9 .

A AMEAÇA .

No discurso de tomada e posse,
Cavaco Silva deixou o aviso da Presidência :

"Não abdicarei de nenhum dos poderes que a 
Constituição atribui ao Presidente - 
e recordo que, desses poderes -
só o de dissolver o Parlamento, se encontra cer-
ceao ".

( Que saudades de Américo Thomaz ...)

O MOSTRENGO - 8 .

Conflito de interesses .

Sérgio Monteiro, 
ex-Secretário se Estado das Obras Públicas, Transportes
e Comunicações, do ex- governo da direita, vai ganhar 30
mil euros por mês,
para vender o Novo Banco,
com um contrato assinado com o Banco e Portugal, contra-
to assinado por por 12 meses .
(o ex- governante exigiu que apenas receberia tal ordenado
mínimo) .

Uma vergonha .
.

sábado, 28 de novembro de 2015

OS CÃES LADRAM ...

Os cães ladram, 
e a caravana passa ...

Ladra o PR, carrancudo, zangado, com grande azia,
por ter ficado sem o brinquedo de que tanto gostava .

Ladra a direita reaccionária e troglodita, porque vai 
perder os tachos rapados com tanto afã, sem deixar 
lamber as migalhas dos portugueses .

Ladra o Passos e o Portas, agarrados ao bem bom,
destilando ódio e ranho pelo país, e ajoelhando,
face ao poderosos da Europa .

Ladram ministros, secretários de estado, chefes de ga-
binetes, moços de recados, conselheiros, contínuos, as-
sessores, porteidos, secretárias, amanuenses, 

tudo ladra minha gente .
Como os cães vadios sem dono, 
só para se fazerem ouvir .

E ladram, e ladram, e ladram .

Que importa,
se a caravana passa indiferente a essa ladrada .

Ficaram sem voz .

Perderam o pio,
porque agora o canto fia mais 
fino  .

A CANZOADA .

Ninguém dá pontapés

num cão morto .
.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

NA TOMADA DE POSSE

Cruzaram-se no fim do acto, dois Secretários de Estado
da mesma pasta, um que saía, outro que iria ocupar o seu 
lugar .

Eram conhecidos de outra guerras, apesar de correrem 
com cores diferentes .

Aproveitando os cumprimentos,
o mais antigo quis ser simpático, e entregou-lhe um enve-
lope, que continha 3 outos sobrescritos, numerados de 1 
a 3, contendo conselhos, que ele deveria abrir em caso de
necessidade administrativa, pela ordem numérica .

O tempo foi passando,
e um dia o indigitado, vendo que tinha problemas na go-
vernação, lembrou-se do amigo, agora bem instalado num
suculento emprego e correu a abrir o 1º envelope, que 
dizia :

  -Vai continuando a dizer mal do Governo, 
   diz cada vez pior;   
   vais ver que se safas ....

Passado mais uns tempos, o dito governante, outra vez em
dificuldade, abriu o envelope nº 2, que rezava assim :

  - Olha pá, faz uma alteração nos serviços,
    troca algumas pessoas de sítio e de           
    tarefas .

E resultou .

Algum tempo depois, estava o nosso governante em apuros, 
e lá teve que abrir, a medo, a última carta, que continha uma
frase seca :

  - Aguenta, aguenta,
     mas vai preparando os três envelopes ...
. 

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

OS VERMELHOS .

Naquele tempo,

era proíbido pronunciar

a palavra VERMELHOS ...

Aos 14 anos, comecei a frequentar a escola da noite, 
onde iniciei os meus primeiros contactos com os ope-
rários da indústria têxtil, no Tortozendo e na Covilhã .

Gente trabalhadora e solidária, de quem guardo as 
melhores recordações, e que me ensinou a compreen-
der melhor a vida .

Pouco se falava de política, mas facilmente se pressen-
tia a acrimónia, quando não o ódio, aos patrões e seus 
colaboradores 
.

Passava-se isto na década de 50, num meio serrano, 
sem assistência médica, escolas secundárias, sem o mí-
nimo de conforto, num clima muito frio, e com poucos
transportes, com os operários e operárias, trabalhando
em três turnos, sem parar .

Que dizer das condições sociais, assistência médica,
sem lares, nem cantinas, sem creches, sem nada ...

Estava-se então no período mais feroz da ditadura sala-
zarista .

Quem não viveu esses tempos, não sabe nada, de nada .

Foi nessa altura que soube que havia gente que se opun-
ha tenazmente ao odioso regime de António de Oliveira
Salazar, gente que sofria horrores com a prisão, a tortura,
e até a morte .

Essa gente, eram os membros do Partido Comunista Por-
tuguês, que viviam, por norma, na clandestinidade .





CRISE DINÁSTICA .

O REI MORREU,

VIVA O REI .
.

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

O PORTA AVIÕES .

E os deslocados,
e os refugiados,
e os emigrantes, 
e os terroristas ?.

Por onde andam,
que deixaram de ser notícia de escaparate ?.

E o inverno,
e o inferno,

como vai esta gente sobreviver ?.

Quanta retórica balofa,
quanto cinismo beato,
quanta solidariedade de cuspo e de papel ...

Quantos corpos jazem já no fundo do Mediterrâneo  ?
Quantas crianças esfaimadas, tiritando de frio ?.

Mas que importa isso ?..

A FRANÇA JÁ VAI À 
GUERRA,
JÁ TEM PORTA AVIÕES ...
.

PARTO COM DOR .

Foi uma gravidez de alto risco .

Demorada, difícil, cheia de obstáculos .

A criança era muito grande e cabeçuda .

O parturiente já tinha uma idade mental 
e física pouco adequada a estas manigâncias . 

O puto apresentava-se atravessado e numa 
posição pouco pouco favorável, 
teve que se optar por uma cesariana .

O pai da criança contorcia-se cor dores e 
com imensas contracções inesperadas .

Lá acabou por atravessar o estreito .

Logo à chegada, berrou que nem um 
borrego . 

O infeliz  pai ficou exausto .

Nunca mais se mete noutra .
.

terça-feira, 24 de novembro de 2015

A CÔR DO PODER .

Muito novo ainda, deixei de simpatizar com o comunismo,
embora me desse com muitos comunistas .

Mas muito mais cedo ainda, aprendi a detestar o nazismo,
o fascismo e parentes próximos e afastados .

O grande mau da fita, que custou imensas dificuldades, pre-
juízos e até muitos crimes a Portugal, e conduziu o nosso País
à miséria e ao obscurantismo, foi Salazar e os seus seguido-
res e esbirros .

Muitos se serviram dos nossos bens e haveres, e por cá anda-
ram quase meio século .
Resistiram à chegada da Liberdade, e travestiram-se demo-
cratas e são hoje conceituados camaleões, espalhados em to-
dosos escalões do poder .

Vêm agora denegrir António Costa e seus aliados conjunturais,
todos forjados na luta contra o fascismo à portuguesa e contra
a trágica  guerra colonial, 
ladrando contra quem os salvou e amparou na fuga de África,
e na sua integração no Portugal Europeu .

Onde estavas Marcelo,
que não te vi no 25 de Abril ?.
.

O RASPANETE .

Ai Costa, Costa,

Então não fizeste o TPC ?.
Ficaste no castigo, com orelhas de burro ?.

Espero que não reproves no exame ...

Olha que o mestre escola é duro,
bruto mesmo, dá palmatoadas,
cuidado com ele,
que é enxertado em corno de cabra ...

Cuida-te .
.

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

A GUERRA DO PÓ .

Como a memória é curta ...

Já ninguém se lembra como começaram as guerras do Iraque
da dinastia Bush, e da histeria das armas de destruição mas-
siva, do grande embushe , ao lado de Blair, Asnar e do seu   
mestre de cerimónias Barroso .

E da guerra do pó ... 

Das medidas securitárias nos USA e na Europa .
Dos falsos alarmes de farinha, de pó de talco e outros poses .
Da procura frenética e desenfreada de armas químicas e bioló-
gicas .
Das buscas espalhafatosas de ogivas e mísseis com vectores
nucleares .

Da destruição do Iraque, 
do Afeganistão, dos saques 
das maravilhas e dos  dos tesou-
ros da Mesopotâmia .

Dos ataques cirúrgicos a alvos 
civis .

Dos danos colaterais .

Do fogo amigo .

Da morte escusada de centenas de milhares de iraquianos 
e afegãos,em nome de uma falsa liberdade e democracia .
Provocada pelos fautores de uma guerra injusta e criminosa, 
levada a cabo por uma falsa coligação, que só tinha como 
objectivo 

a conquista e o domínio do 
petróleo . 

Afinal,
e os crimes de guerra,
e os tribunais dos direitos 
humanos,

com que enchem as bocarras esfaimadas de ódio e sangue .

Devemos também guardar a 
memória desses acontecimentos .
.

domingo, 22 de novembro de 2015

O SILÊNCIO .

O silêncio é a alma do negócio .

É por isso que não se fala nada, ou muito pouco
sobre o novo governo do PS, ou seja, se o dito go-
verno vier a ser parido .

Mesmo assim, não faltam comentários gratuitos 
ou mesmo chocalheiros, quando não ordinários,
como se os últimos 4 anos, não tivessem sido um
imenso repositório de anedotas, temperadas com
molho de perfídia .

Apesar de tudo, não nos têm chegado notícias (bo-
cas, dicas, boatos) acerca da eventual composição
desse governo, que já leva 45 dias de gestação, 
após as eleições legislativas .

Muito estranho ...
.

O LEGADO .

Cavaco Silva

foi o homem que conseguiu 
desmantelar o País,

mas não teve o mínimo empenho
em consertá-lo .
.

sábado, 21 de novembro de 2015

O DUELO .

O país está suspenso,
à espera de uma decisão .

Os media trocam argumentos, de um e outro lado .
Já tudo ou quase tudo foi esmiuçado, até ao mais
ínfimo pormenor .
Tudo foi dito, foi discutido, escrutinado, rebatido,
até mais não ser possível .
Jogam-se na fogueira todos os argumentos, dividem-
-se as opiniões, extremam-se os campos, cada um pu-
xando a brasa à sua sardinha, cada claque posiciona-
da em cada lado da peleja .

Aguarda-se apenas o sinal do 
árbitro da disputa .

Hoje, ao fim do dia,
saberemos o resultado .

É sempre com emoção,
que assistimos a um derby da 2ª Circular ,

o Sporting- Benfica .
.

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

O ISIS lio .

A palhaçada das primaveras 
árabes, tinha que acabar mal .

Só os tolos e os oportunistas não se aperceberam da des-
graça que vinha a caminho .

A causa mais distante, da criação do ISIL, foi o desarma-
mento do exército iraquiano, que se seguiu à invasão e ao
saque, levado a cabo pela coligação, formada à revelia 
da ONU, 

o que veio ajudar a criar as condições objectivas e mate-
riais, para colocar no terreno, um exército imenso de ódios 
contra os americanos e seus aliados .

Por que se deixou crescer exponencialmente, durante 
anos e anos, tal aparato bélico, armado até aos dentes,
pelas potências vendedoras de armamento de guerra, 
a ocidente e a leste .

O objectivo aberto e escondido, 
era o derrube do regime sírio 
de Assad, custasse o que 
custasse .

Valia tudo para obter tal desiderato .

Assim se foi formando e estruturando o ISIL, engordande
desmesuradamente, à custa do dinheiro da Arábia Saudita,
do petróleo do Iraque, dos voluntários recrutados pelo
mundo inteiro, a troco da fé islâmica e das promessas de
recompensas materiais e ideológicas .

O monstro emergiu naturalmente .

Agora, corram atrás dele, 
se puderem ... 
.

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

AS PRESIDENCIAIS .

O actual PR marcou as eleições para 24 de Janeiro
do próximo ano .

Estão em marcha os jogos florais envolvendo o can-
didato Marcelo Rebelo de Sousa, com o objectivo de
o obrigar a enunciar as suas ideias acerca do seu per-
fil, programa e do seu comportamento face ao actual
momento político, mormente no que respeita ao seu
papel a desempenhar no futuro .

Hábil, matreiro, como uma raposa velha, evita todos
os comentários que o possam comprometer, seja com
o que fôr.

Com este jogo da cabra cega, frustrando espectativas,
á direita e à esquerda, Marcelo arrisca-se a começar a 
aumentar o vazio à sua volta .

Por vezes, o silêncio não é de ouro .
.

A (DES) AVENTURA NO EGEU .

A fotografia da criança morta numa praia turca
chocou o mundo,
mas já foi, há muito, completamente esquecida .
Já passou tanto tempo .

A foto da criança pontapeada da Croácia, junta-
mente com os pais, tornou-se um escândalo, mas
passou à história .

Outros acontecimentos e outras fotografias inun-
dam os media, e são reproduzidas até à saciedade
pelos órgãos de comunicação social .

São massacres contínuos, parecendo tentar expo-
nenciar a desgraça até ao infinito,
mas também podem conduzir á banalização da tra-
gédia .

Fico a pensar no assunto .
.

O MOSTRENGO - 7 .

Golpe e contra golpe .

Andam por aí famigerados pensadores, economistas,
dirigentes da direita a fazer campanha contra a indi-
gitação da António Costa , tido como eventual provo-
cador de um golpe de estado .

Tentam influenciar Cavaco .

Ora, essa gentinha não conhece o ABC da Constituição ? .

O PR, consciente ou inconscientemente, arrisca-se a vir 
a envolver-se em acções perigosas, nefastas, irregulares,
ilegais, inconstitucionais e contrárias aos supremos in-
teresses do Estado Português .

O QUE SONHA CAVACO ? ...
.
   

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

O TEMPO DO PRESIDENTE .

Agora é o tempo do Presidente,
dizem todos, com voz abocachada.,
agora é o tempo do Presidente .

Acho que sim,

já é sem tempo,
de o PR ir embora .
.

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Em que ficamos ?...

Então o homenzinho de Boliqueime,
de passagem por Nova Iorque,
não afirmou, 
peremptoriamente

que já sabia tudo sobre a solução da crise
dinástica em Portugal ?...
.

ARRE, BURRO ...

Cavaco pressiona Costa 
ao não excluir 
Governo de Gestão .

Cavaco silva,
de passagem pela Madeira .

Só os burros é que (não) 
mudam de opinião ...
.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

O MOSTRENGO - 6 .

Cavaco Silva, de visita à Ilha da Madeira, veio 

informar-nos que nada de grave aconteceria, se 

na actual conjuntura, se recorresse a um gover-

no de gestão .

Ele próprio tinha chefiado, durante 5 meses, um

governo em gestão .
.

O TEMPO DAS VINDIMAS .

Deus sempre tinha razão
quando a andou a escolher a gente que colocou neste
País, à beira mar plantado .

As eleições já tiveram lugar há mês e meio, e o jogo da
cabra cega continua .

Há mesmo quem diga, que ainda bem que tal acontece,
pois deste modo, mau grado um ou outro percalço, pior
do que já estava, não ir ficar .


O Governo em (di)gestão .
O PR a banhos na Madeira .
O Parlamento com aulas de apresentação .
Os tribunais, mal ou bem, lá vão dando sentenças .

Para quê a gente estar a preocupar-se .

Este é o tempo de Cavaco no país das maravilhas .
.

domingo, 15 de novembro de 2015

O MOSTRENGO - 5 .

"(Cavaco Silva) não aprendeu nada .

  É um ser tão canhestro e inculto

 como era há 10 anos ."

Maria Filomena Mónica
Revista Sábado
.

sábado, 14 de novembro de 2015

JE SUIS PARISIEN .

Talvez que a minha paixão pela França,
e em especial , por Paris,
tenha começado pela beleza dos selos editados 
por esse País, designadamente pelas então colónias francesas 
 .
Os selos eram os meus livros escolares, onde aprendia a his-
tória, a geografia, a arte, e tudo o mais .
Não eram selos de correio, mas de colecção,
onde eu vivia as fantásticas aventuras, dessa terra berço das
revoluções, 
da liberdade, da igualdade e da 
fraternidade .

Quando, pela primeira, vez fui estagiar em França, já eu domi-
nava bastante bem a língua de Romand Rolland . 

Paris era então uma festa, à ma-
neira de Jacques Tatti .

Cheguei a ser o único a falar em francês, nas reuniões inter-
nacionais em que participava .

Depois, com o conhecimento mais aprofundado da vida,
fui temperando um pouco a minha paixão pela França, mas com
ela mantenho, ainda hoje, uma ligação forte e durável .

Devo dizer que nunca, a barbárie me chocou tanto .
Pelos actos repugnantes praticados, e por ser o País onde come-
çou a LIBERDADE .

Je serais toujours un PARISIEN .
.

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

O MOSTRENGO - 4 .

O moço de recados .

Depois de ter recebido o PR em Belém,
o Passos anunciou o convite ao PS, 
para fazer, com carácter de urgência,
uma alteração da Constituição, com vis-
ta à realização de novas eleições legislati-
vas .

Repito propositadamente, para memória 
futura .

Esperando uma resposta,

o PR 

vai de férias para a Madeira .

A isto chama-de normalidade 
democrática .
.

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

O DIA DAS MENTIRAS .

Amanhã é sexta feira, dia 13,
mas hoje ainda não é o dia das 
mentiras  .

Como tenho andado a fazer a revisão do coirão, tenho 
feito alguns exames médicos, alguns dos quais podem
ter efeitos colaterais .
Mas ouvi outra vez, agora devidamenteacompanhado, 
e foi isto o que ouvi :

Passos Coelho, em discurso inflamado (infectado?), 
vem propôr ao Partido Socialista, que em conjunto com
a direita, realizasse uma Revisão Constitucional com
carácter urgente e excepcional, que permitisse ao PR,
(Cavaco certamente), dissolver a Assembleia da Repú-
blica, promover eleições legislativas, com o objectivo de
apurar um governo à maneira ?.

De onde partiu esta parvoeira ?...
Passos não se atreveria a suportar 
tal dislate .
Foi certamente soprado por Belém ?.
Com que objectivo ?. 

Começa a surgir no meu espírito, lenta e suavemente, em surdina,
uma palavra que lembra outros lugares, outras gentes :

IMPEACHMENT .
.

Fernando Pessoa .

" Vou juntando as pedras do caminho ;

   Mais tarde, vou construir um castelo ."
.
.

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

A GRANDE CHANTAGEM .

As 100 maneiras de cozinhar uma 
maioria .

É um embuste intelectual de todo o tamanho,
teimar que foi a Coligação de Direita que ganhou
as eleições legislativas, e que tem a legitimidade 
para formar Governo .

Idiotas
oportunistas
vigaristas
mentirosos
ingénuos

Andam em bandos, os arautos da desgraça, 
tentando reescrever a acontecimentos .  

Há que repôr a verdade dos 
factos, e não beliscar a História .
.  

MOSTRENGO - 3 .

Opinião da jornalista  Constança e Sá,
sobre o ex- Ministro Calvão da Silva,
a propósito das cheias em Albufeira :

" Vê-se que saíu do fundo do tacho do PSD .
   Aparece-nos um pregador no meio das 
   cheias e angariador de seguros ".
.


A COLIGAÇÃO ATRÁS .

A coligação atrás, para a rua .

A Coligação Atrás é um amontoado de gente que vai 
desde o centro, até à extremíssima direita (os fascis-
tas do antigamente e os de hoje, também), muita mal-
ta que gostaria de voltar ao passado, e retornar à ex-
ploração e à rapina, em nome dos privilégios  que tive-
ram durante séculos .
É o lastro salazarista, na sua 
expressão mais reaccionária .

Gente manhosa, oportunista, traiçoeira, cobarde,
que se esconde atrás dos partidos tidos por democráti-
cos, e que por eles fazem o trabalho sujo, na estrebaria 
da política .

Porque não dão a cara,

e não aparecem à luz do dia .

Em regra , dizem-se apolíticos ou contra a política.  
Não têm côr, são malhados, às pintinhas, disfarçados de
democratas .
São esses piolhos e carraças que produzem as tais coligações
à frente, e que constituem os lugares mais chorudos da man-
gedoura capitalista . 

E tu, Cavaco, onde te escondes ?.
.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

O COMPROMISSO HISTÓRICO .

Aconteça o que acontecer,
hoje é um dia que fica para a 
História .


Institucionalizou-se o Compromisso Histórico
à Portuguesa .

Nada ficará como dantes .

Podem Cavaco e a direita, mais à direita, estrebuchar à vontade,
pode a esquerda cometer muitos erros,
pode a cáfila  de opinadores, jornalistas, paineleiros, políticos
mercenários, políticos temerosos, políticos dissidentes, anjinhos
de coro de todos os matizes, papalvos ingénuos, saudosistas do
antigamente, toda a tralha pseudo ieológica, intriguistas oportu-
nistas,
guardar as suas criancinhas em casa dos avós, com a porta tran
cada com aldraba ,

que o mundo mudou em Portugal .
.

domingo, 8 de novembro de 2015

O MOSTRENGO - 2 .

" É também um Portugal 
   que vai em frente,   
   
   com crescimento a subir,

  investimento a disparar,

  emprego a melhorar,

  exportações a bombar ".

Paulo Portas,

no dia a renovação da coligação de direita .

.

 
 


XEQUE MATE AO REI .

DIA O JUÍZO FINAL 

PARA CAVACO SILVA .
.

O MOSTRENGO - 1 .

"O circo de S. Bento foi  certamente 
  a alcunha que mais bem se colou à 
  pele; o circo está fechado para obras .
 A casa da liberdade está devoluta .
 O forum da democracia está mudo ."

António Barreto, in Diário de notícias, 8 de Nov, 2015 .

Onde é que andavas. ó meu, em 1974/75, quando brincavas no Governo
Provisório, ao jogo da reforma agrária .
Até há uma Lei reaccionária que tem o teu nome .

É muito bom "brilhar"com o dinheiro os outros .

sábado, 7 de novembro de 2015

O PREC OU O PREC .

O Processo Revolucionário 
em Curso,
ou
o Processo Reaccionário 
em Curso .

Muito se tem escrito sobre os acontecimentos históricos
de 1975 .

O PCP tinha grande influência em Portugal nessa época,
mas deve dizer-se que, para lá da sua estratégia da con-
quista de melhores condições de vida para os trabalhado-
res portugueses, que viviam então em condições miserá-
veis, e da obtenção de maior visibilidade do País,
.
tal estratégia visava a obtenção de vantagens, no contexto
da Guerra Fria, designadamente no que respeitava à cobi-
ça das antigas colónias portuguesas, e muito  especial
relativamente a Angola, por parte da União Soviética .

Foi neste contexto que se armadilhou o Golpe Reaccionário 
do 25 de Novembro de 1975,
comandado pelo então Major Ramalho Eanes,
e seus acólitos .

O resto é História .

Seguiram-se de guerras sangrentas em Angola, opondo os
vários Movimentos de Libertação, 
e a guerra internacionalizou-se, com a entrada em combate
dos soldados sul africanos, de um lado, e elementos do exér-
cito cubano, do outro .

O que veio introduzir um trauma no nosso País, 
foi o regresso de cerca de 1 milhão de retornados às terras
portuguesas .

Fica também, para a História, 
 a coragem do Coronel Melo 
Antunes,

que à revelia das tro-pas contra revolucionárias, veio à 
então RTP, com sacrifício da sua carreira política e pessoal,
afirmar desassombradamente, que o Partido 
Comunista Português era abso-
lutamente indispensável, à vida 
democrática portuguesa .
.

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

E AGORA, ANÍBAL ?.

Tu que nunca te enganavas
e raramente erravas,
tu que sabes tudo e tudo prevês
na tua bolinha de cristal,

como vais agora descalçar a bota 
cardada
e despir a camisa de onze varas ?.

O que vale, é que tinha tudo previsto,
Tin Tin por Tintim,
e por isso é que deste posse, 
a toda a pressa,
ao governo do Passos,
sem dar cavaco a ninguém .

Cautela e caldos de galinha,
nunca fizeram mal a ninguém .
.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

QUEM TEM MEDO DA DEMOCRACIA ?.

Fazem-me muita confusão certas coisas .

Porque é que um governo ultraliberal,
amigo dos banqueiros ladrões, que vivem à custa do alheio,
que empocharam  17,5 milhares de milhões de euros, para
capitalizar a banca portuguesa,
levando à miséria, à desgraça, à fome e à morte, milhares e
milhares de portugueses, chupando-os até ao osso,
roubando-lhes as casas, os carros, as terras, os mobiliários,
as alfaias, tudo,

e continua nessa rapina 
e barbárie,

governo que insiste, ad infinitum, nessa senda bandidagem
 desenfreada,
em nome do superior interesse 
do Estado .

Não seria preferível mudar a página deste folhetim de cordel,
e experimentar uma outra maneira de governar o País,

porque não ?.

Quem tem medo de um governo 
de esquerda ?.
.

O PARADOXO DO TEMPO .

Eu sofro se te não vejo,
E se te vejo, também .
Se não vejo, sofro de ausência,
Se vejo, do teu desdém .

O tempo material, só faz sentido, 
quando se manifestam fenómenos astronómicos .

Na vida, 
os fenómenos são similares .

Quando estamos a dormis, o tempo não existe .

Passa devagar, quando sofremos,
física ou psicologicamente .

O TEMPO PASSA TÃO DEVAGAR .

O TEMPO PARECE QUE VOA,

na alegria, no prazer, na felicidade .

É tudo muito relativo .
.


quarta-feira, 4 de novembro de 2015

O TRIÂNGULO ESCALENO .

Vai ser muito difícil, se não mesmo impossível,
fechar o triângulo governamental .

António Costa é um tipo habilidoso, e já deu provas 
disso mesmo .
Mas só na prática, se vai ver coisa funciona .

Será que Cavaco vai permitir um governo balanceado
à esquerda ?.

Quando falta o pão na mesa, 
todos ralham e ninguém tem razão .

É que a fome é muita ...
.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

O SILÊNCIO :

Ouve-se imenso o silêncio,
o tal que é a alma do negócio .

Ora aí é que está o busilis :

O segredo .

Mas qual segredo ?.
O que resulta do xadrez político .

XADREZ COMPLICADO .

Jogam as pretas e perdem quase sempre .

Quem anda a enganar quem ?.
Ou andam todos ao engano .

Fala-se pouco de política, mas muito da arte 
da política . 

Oxalá, o povo não seja levado à certa, mais uma vez ...
.

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

O FORMIGUEIRO HUMANO .

Assisti aos dramas da Etiópia, do Biafra, da Bósnia,
do Uganda, do Chade, da Palestina, do Haiti, e tan-
tos outros,

mas nunca vi nada como o avanço deste formigueiro
humano, que não tem fim, e que vai sendo barrado 
por sucessivos obstáculos de cimento e arame farpado,
que surgem, uns a seguir aos outros, ao sabor da geo-
grafia humana, física e política .

Como é que este drama, mostrado em directo, em todos
os media, se vai desdobrando aos nossos olhos, dias e
dias a fio, como num filme sem epílogo .

O Mediterrâneo começa a ficar atulhado de cadáveres,
que nunca verão a Terra Prometida .

Uma nova Cortina de ferro está sendo laboriosamente 
construída, vedando povos, países, raças, crenças,...
Quantos chegarão ao seu destino ?.

Dizem uns, que é bom para a economia 

Dizem outros, que é bom paraa natalidade .

Outros ainda, que é bom para a democracia .

A Europa nunca mais será a mesma .
E, ainda, a procissão vai no adro .
.

domingo, 1 de novembro de 2015

O PALHAÇO YELTSIN .

Depois de anos e anos a estudar o novo conceito
para a Nato, os seus responsáveis acabaram por
optar pela opção mais agressiva, a qual passava 
pelo ataque directo
a Rússia .


Yeltsin teve então um papel preponderante na des-
agregação da Jugoslávia e no avanço dos USA em
direcção aos Balcãs e aos países da Ásia Central . 

O que em tempos havia sido uma Aliança Defensi-
va, tinha-se transformado num Pacto de Agressão 
.
Putin, tem vindo a tentar e a conseguir, fazer da 
Federação Russia, a Potência Continental, com a 
grandeza e a importância que já teve no passado .
.

AFECTOS - 4 .

Amor,

é a minha gata arranhar-me,

e eu não me zangar com ela .
.

sábado, 31 de outubro de 2015

A NATOTAN .

A Nato é o braço armado 
do imperialismo americano .

Desculpem a terminologia antiquada,
mas é isso mesmo que ela é .


No final da IIª. Guerra Mundial, quando os soviéticos
avançaram Europa adentro, Churchill inventou o con-
ceito de Cortina de Ferro, que visava barrar o movim-
ento das tropas russas, mais para Ocidente .

Do projecto no papel, logo se avançou para defesa mi-
litarizada, a OTAN, a que a URSS respondeu com a
organização do Pacto de Varsóvia . 

Entre as duas forças ficou um buraco, no interior da
RDA, Berlim, cidade dividida em 4 partes, da respon-
sabilidade das forças ocupantes - Rússia, USA, Reino 
Unido e França .

A OTAN era a 1ª. linha defensiva, face ao Bloco Sovié-
tico .

Quando o Muro de Berlim desapareceu,
a NATO deixou de fazer qualquer sentido.

Onde é que andou Cavaco Silva, nestes últimos 30 ou 40 
anos ?.

Os  Aliados (de quem ?) andaram a estudar um novo Conceito
Estratégico para a NATO, tendo parido uma Aliança agressiva,
ao serviço da rapina mundial, intervindo, a qualquer pretexto,
onde e quando quiser, sem prestar quaisquer explicações às
Nacões Unidas .

O Sr. Cavaco, apesar de tudo, e
se quisesse, ainda ia a tempo,
de reaprender a História .
.

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

A CÁPSULA DO TEMPO .

No Reino Unido, está quase a verificar-se a separação
da Escócia, começando a esboroar-se o que resta do
Império da Raínha Victória .

Na Espanha, está em marcha acelerada, o processo da
declaração da independência da Catalunha,
acabando de vez, com o Império de Carlos V .

Chipre continua dividido em 2 parte, sendo que uma delas 
não existe, nem consta do mapa político .

Os Balcãs foram completamente esquartejados, após a trai-
ção do Tratado de Lisboa , por onde agora entram as hordas
de refugiados, a caminho da Alemanha .

Entretanto, existem já, pelo menos, dois países fascistas, no
seio da União Europeia (Hungria e Polónia ), e outros se se-
guirão em breve . 

Cada vez mais se erguem os novos Muros e Cortinas, como
quem anda a regar a Horta, e vai sempre tapando a água, des-
viando-a sempre, cada vez para mais longe .

E quando rebentar o dique da 
Turquia ?.

No Mediterrâneo,
morrem que nem tordos,
milhares e milhares de migrantes, todos os meses .
E a maior parte, não vem da Síria, nem do Iraque, mas de 
Toda a África .

Em que mundo,vive o Dr. Cavaco . 

O que é que ele julga que são os verdadeiros 
interesses de Portugal ?.

O Homenzinho parece viver numa

cápsula do tempo .
.

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

AFECTOS - 3 .

AMOR

É DORMIR 

COM A MINHA GATA AO COLO .
.

AS BARRICADAS .

Onde estavas no 11 de Março, 

e no 28 de Setembro de 1974,

e no 25 de Novembro de 1975 ?.

Estes putos da caca ainda andavam às cambalhotas no escroto dos papás
ou a derramar o côcô nas fraldas .

Ainda o Sá Carneiro brincava à batalha naval no Pub e no Expresso, e o
Balsemão levava pela mão o Marcelito, 
que brincava de ardina no jornal .

Era a revolução de papel .

Tinham passado alguns meses, e aí estava recomposta a estrema direita,
incendiando as sedes do PCP pelo Norte do País, o democrata Spínola 
tinha renunciado à Presidência da República, criado o ELP e partido à 
caça aos comunistas, praticando crimes e assaltos, por todo o lado, 

e deitando fogo ao País .

Eram os tempos heróicos da tentativa de  recriação do fascismo em 
Portugal .

Conta mais um pouco patrão, 
que já tenho saudades .


(onde pairava Cavaco Silva, depois de 
ter assinado  a declaração a favor da 
PIDE/DGS ?).

A  memória tem destas coisas ...

.